Correias sincronizadoras teflonadas

Melhoram desempenho de motores de alta performance

As correias sincronizadoras, ou dentadas, como popularmente é conhecida, é a responsável por manter o sincronismo do motor, transmitindo a força do eixo inferior (virabrequim) ao eixo superior (comando de válvula), para gerar o movimento.

No geral as correias sincronizadoras, são peças com valores acessíveis, mas que se não forem trocadas no momento correto, podem causar enormes prejuízos. Por este motivo, é importante sempre avaliar o estado das correias durante todas as manutenções periódicas. Os fabricantes recomendam que substituição ocorra quando o carro chega à quilometragem indicada no manual do proprietário, que na maior parte dos veículos está entre 50.000 e 60.000 km, mas devido a agentes externos, também pode ocorrer o desgaste precoce.

Correias sincronizadoras

Outro ponto a ser considerado, é o tipo de correia dentada indicada para cada motor. Veículos como Volkswagen Amarok e Jetta, Renault Duster, Ford Fiesta e Focus (motor Sigma), Fiat Ducato Multijet, Ferrari e Maserati, entre outros veículos de alta performance utilizam originalmente correia sincronizadora teflonada.

Correias sincronizadoras

Ao fazer a substituição de um kit de distribuição completo como o da VW Amarok, alguns reparadores podem ficar em dúvida quanto à importância de manter a originalidade da correia, Pedro Luiz Scopino, da Auto Mecânica Scopino, afirma: “Utilizar a correia teflonada na VW Amarok é poder dar ao cliente a garantia de um produto padrão original da própria montadora. O motor biturbo da Amarok acaba forçando mais a correia e o produto teflonado está preparado para suportar e garantir uma maior durabilidade em comparação ao produto convencional. O mercado às vezes compra somente preço, sem conhecer esses benefícios”.