Tudo que você precisa saber sobre correias – Parte 2

Manual sobre correias – Parte 2 – Correias V ou Trapezoidais

Dando continuidade ao tutorial sobre correias, nesta edição falaremos sobre Correias V ou Trapezoidais. Fique atento nas informações e esteja sempre preparado para realizar uma troca eficiente e segura.

OPERAÇÕES PRELIMINARES E PRECAUÇÕES

-Verifique se possui ferramentas necessárias para a troca.
-Travar o comando de válvula e certificar-se de que as polias estejam na posição correta em perfeito sincronismo.
-Virar a polia do motor sempre para a direita (sentido horário), salvo indicação contraria.
-Ao retirar a correia por algum motivo, o produto fica automaticamente inutilizado e a substituição deve ser feita.
-Muito cuidado com os possíveis vazamentos de água ou óleo pois eles podem contaminar a correia.
-Não usar solventes para limpar as polias.
-Comprovar que o funcionamento dos componentes auxiliares esteja livre.
-Verificar o funcionamento das polias e tensionadores pois estes podem comprometer a aplicação das correias.

Correias V ou Trapezoidais

 O primeiro tipo de correia desenvolvido para o uso automotivo. Classificada como assíncrona, tem a função de movimentar os acessórios do motor, tais como:
-Alternador
Direção Hidráulica
Ar Condicionado
Bomba D’água
Compressor

Características:

• Resistência à temperatura
de -20° a 80°
• Resistência a picos de carga
• Menor patinamento
• Baixo ruído

O Este tipo de correia é composto por:

Capa superior (fabricada por borracha e fibra) tem a função de proteger os cordonéis.

Cordonéis (são fabricados com poliéster), componente responsável pela resistência da correia, garantindo sua longa duração.

Núcleo de Borracha – é responsável pela transmissão de força.
Ficando atento a esses detalhes da Correia, você garantirá uma manutenção adequada, um trabalho bem feito e um cliente satisfeito!