Reparação em veículos blindados

Para onde o carro deve ir?

Reparação em veículos blindados – A segurança pública não é o ponto mais forte no Brasil. E no Rio de Janeiro, o cenário não é diferente. Por isso, a cada dia mais motoristas buscam centros especializados para fazer a blindagem do veículo.

Sobre a instalação, o proprietário que busca a blindagem, deve procurar uma oficina com boas referências e que tenha todos os seus serviços devidamente regularizados junto às autoridades responsáveis, neste caso, ao Exército Brasileiro.

Mas e depois? Caso o veículo tenha algum dano, para onde o carro deve ser levado? Pensando nisso, o Brasil Mecânico traz algumas dicas preparadas pela Cesvi Brasil.

1 Em que tipo de oficina devo levar meu veículo blindado?

O passo mais importante na reparação do veículo, é saber para onde ele deve ir para ser reparado. Todo veículo blindado, obrigatoriamente, deve ser levado a uma reparadora certificada pelo Exército para a reparação de veículos blindados.

2 Que tipo de certificação a oficina deve possuir?

Certificado de Registro (CR) emitido pelo Ministério do Exército.

3 Qual garantia a oficina deve me entregar?

Além do certificado de garantia, a reparadora deve emitir um termo de responsabilidade, detalhando o nível da blindagem, qual o serviço realizado, qual o material balístico utilizado e quais partes do veículo foram reparadas. Neste documento, também deverão constar o fabricante e o respectivo lote do material balístico empregado.

4 Como proceder ao comprar um veículo blindado?

Para se ter a segurança e a certeza que o veículo está devidamente blindado, o correto é realizar junto a uma blindadora ou reparadora certificada uma vistoria da blindagem.

Isso porque nem sempre os reparos executados durante a vida útil do veículo são realizados de acordo com as recomendações técnicas, com pessoal certificado e em estabelecimento autorizado.

5 Como encontro uma oficina de reparação autorizada para o trabalho com blindados?

Como o Exército não divulga nenhuma lista oficial, recomenda-se fazer uma pesquisa, sempre colocando como obrigatória a apresentação do CR (Certificado de Registro no Exército), que já deve, inclusive, estar afixado em local visível, dentro do estabelecimento.

Isso porque nem sempre os reparos executados durante a vida útil do veículo são realizados de acordo com as recomendações técnicas, com pessoal certificado e em estabelecimento autorizado.

Fechado para comentários.