Reciclagem Automotiva grande ajuda na sustentabilidade.

A reciclagem automotiva tem um importante papel em relação a sustentabilidade automotiva.  o descarte correto dos veículos e a reutilização de suas peças é a  garantia de uma melhoria no ecossistema.

O assunto  ainda é  pouco abordado no Brasil,  entretanto deveríamos falar mais sobre o mesmo, a fim de conscientizar a população. A frota de veículos em circulação no país é de 44,8 milhões, quase 45 milhões.

Os mesmos têm uma vida útil  assim como a maioria dos aparelhos que usamos no dia a dia  quando a vida útil acaba, começa o grande problema. Pois não há um reaproveitamento dos veículos descartados. No Brasil apenas 1,5% passa por esse processo de reaproveitamento segundo os dados da Sindinesfa (Sindicato das Empresas de Sucata de Ferro e Aço).

Isso significa quase nada se compararmos com outros países, como por exemplo Estados Unidos, Japão e países da Europa que a prática de reciclagem é mais de 80% do total da frota.

Essa ação além de nos proporcionar benefícios econômicos, também faz com que obtemos ganhos ambientais. Pois durante o processo de desmonte, plásticos, borracha e metais. Corresponde a 80%  de matérias que serão reciclados, já os outros 20% serão descartados de forma correta, afim de diminuir a contaminação do solo e das águas.

A reciclagem também soluciona outros problemas, como o desmanche ilegal que ocasiona as vendas de peças e  o problema do abandono que vem se apresentando como um grande risco a saúde pública com a multiplicação de doenças como a dengue, pois os carros abandonados servem como criadouros do mosquito da dengue.

Por esses motivos devemos dar uma maior atenção a reciclagem automotiva, pois quando se trata do assunto o Brasil, precisamos acelerar os padrões necessários.

Porém um estudo feito por Uniethos analisou as práticas de responsabilidade social e de sustentabilidade das sete maiores montadoras do mundo, no Brasil e nas matrizes.

Concluiu que lá fora essas empresas têm alguns programas e ações inovadoras para enfrentar os dilemas do desenvolvimento sustentável, mas o mesmo não coloca em prática as ações, algo que precisa ser mudado com urgência, a fim de conscientizar seus consumidores.