Paralisação das montadoras: seminovo é alternativa para quem pretendia comprar carro zero agora

Problemas logísticos causados pela pandemia e a escassez de semicondutores no mercado impactam em até cinco meses de espera por um automóvel recém-saído da fábrica

Diante da onda de suspensões que montadoras vêm enfrentando no Brasil, a espera por carros 0km pode chegar a 150 dias e os preços aumentaram em até 20%. Assim, o mercado de seminovos e usados ganha destaque e pode ser a solução para quem tem pressa de adquirir um automóvel nos próximos meses.

Este é mais um setor impactado pela pandemia e pelos entraves que as restrições necessárias para o seu combate causam. “O problema vai além das montadoras, a produção de alguns componentes fundamentais está afetada em escala global”, explica Leandro Chacon, head of sales da Volanty, autotech especializada na compra e venda de seminovos. “Entre as peças em falta estão os semicondutores (chips eletrônicos). Seus principais fabricantes direcionaram grande parte da linha de produção durante a paralisação das montadoras para outros equipamentos como smartphones e notebooks, o que resultou em sua escassez”.

Para quem tem pressa em adquirir um carro nos próximos meses, os seminovos aparecem como uma ótima opção. “Esse mercado já estava aquecido desde o ano passado, quando o transporte público se tornou sinônimo de risco alto para disseminação do coronavírus”, conta Leandro. Portanto, não será possível encontrar grandes descontos, mas a oferta é ampla e a qualidade dos veículos também não deixa a desejar em relação aos zero km.

Diferente dos usados, veículos são considerados seminovos quando têm menos de três anos, quilometragem rodada abaixo de 60 mil, com peças originais, sem sinal de colisão ou defeitos graves (no motor, por exemplo).

Leandro contou que na Volanty os carros passam por uma avaliação minuciosa antes de serem comprados e disponibilizados no catálogo. “Nós realmente acreditamos nas vantagens do seminovo, por isso todos os nossos automóveis possuem 1 ano de garantia que inclui diversos itens, entre eles câmbio, motor, sistemas elétricos e eletrônicos, ar condicionado, direção e sistema de arrefecimento”. Além disso, caso o comprador não se adapte, pode devolver o veículo e receber restituição integral do valor.

Sobre a Volanty

A Volanty nasceu em 2017 com o propósito de oferecer a melhor experiência de compra e venda de carros seminovos no Brasil, de um jeito vantajoso para comprar e fácil para vender. Usando tecnologia de ponta a startup oferece o preço certo para seminovos e usados, agilizando processos e deixando a burocracia de lado. Eleita uma das 100 Startups to Watch, em ranking publicado pelas revistas Pequenas Empresas & Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS e o jornal Valor Econômico em 2019. A Volanty está em expansão e conta com 7 centros de atendimento no Rio de Janeiro e em São Paulo. Ao longo dos três anos a empresa recebeu investimentos dos fundos Canary, Kaszek, Monashees e SoftBank, apostando em tecnologia e qualidade no atendimento para inovar em um mercado tradicional.

Paralisação das montadoras

Mais informações para a imprensa
NR-7 Comunicação