NGK dá dicas para revisão de férias

Especialista da NGK explica a importância da revisão preventiva para fugir dos imprevistos

As férias de julho chegaram e muita gente vai aproveitar para viajar. Porém, antes de pegar a estrada, é imprescindível fazer a revisão do carro para evitar imprevistos. A revisão de freios, pneus, macaco e outros itens mais “à vista” do motorista já é uma prática comum. No entanto, há outros componentes que podem prejudicar o bom funcionamento do veículo e servem de indicadores sobre as condições internas do motor. 

“A parte visível do carro é sempre lembrada na hora da manutenção, mas as partes mecânicas não são tão perceptíveis e é aí que mora o perigo”, explica Hiromori Mori, consultor de Assistência Técnica da NGK. Segundo o especialista, é importante fazer uma checagem completa com um mecânico de confiança ao menos uma vez por ano. Nessa revisão, a vela – a única peça que está na câmara de combustão que é de fácil remoção – deve ser analisada, já que serve de indicativo sobre o estado do motor, mostrando possíveis problemas de forma precoce. 

Confira outros pontos importantes levantados pelo especialista:

O que revisar

É importante atentar para os itens revisados na oficina. Confira se todos os componentes foram devidamente analisados. Se necessário, faça uma lista e cheque com o mecânico: sistemas de freio, rodas, funcionamento do motor, nível de óleo e de outros fluidos, bateria e injeção (alguns problemas podem ser silenciosos).

“O motorista se acostuma com as pequenas falhas, que acabam passando despercebidas. Por isso, é importante fazer uma inspeção de gases e uma análise do funcionamento do motor. O primeiro sinal de que algo não vai bem na injeção é o aumento do consumo de combustível – a diferença aumenta gradualmente e pode ser imperceptível. Depois, surgem a dificuldade na partida, as falhas de aceleração e de retomada de velocidade, até que o carro não funciona mais como antes”, alerta Mori. “A manutenção não pode ser negligenciada, pois, sem a queima correta, o combustível pode acarretar defeitos em outros sistemas do motor.”

Qualidade do combustível

Os postos nas estradas são uma comodidade para os motoristas, mas o ideal é sempre abastecer o veículo em postos de confiança. O combustível de baixa qualidade pode causar problemas a longo prazo, mesmo que seja apenas para completar o tanque. 

“O combustível deve ser analisado com cuidado. Ao abastecer no posto habitual, caso o veículo apresente algum problema, você pode identificar a causa mais facilmente. O efeito do combustível é cumulativo e pode não ser causado pela última parada”, comenta o consultor. 

Prefira prevenir

Além do risco para o motorista e os passageiros a bordo, defeitos repentinos trazem gastos inesperados e, muitas vezes, perfeitamente evitáveis. Com a revisão completa e periódica, é possível se programar melhor para manter a saúde do seu carro.

“O ideal é que a manutenção seja sempre preventiva. A necessidade de manutenção corretiva, quando já existe um problema, pode significar que o veículo foi negligenciado”, orienta Mori. 

revisão de férias


Escolha da oficina

Busque pelas referências da oficina que fará a revisão e não escolha apenas pelo preço ou pela proximidade. 

“Houve uma mudança no relacionamento com as oficinas. Hoje, muitos clientes procuram com base nos depoimentos nas redes sociais e na internet. Caso seja preciso optar por um novo mecânico, essas impressões podem ser uma ótima referência”, conclui o especialista. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *