Câmeras e sensores de ré como itens de segurança e assistência ao condutor

Bosch destaca câmeras e sensores de ré como itens de segurança e assistência ao condutor, presentes em 54% dos veículos 0km no Brasil, sensores vêm se popularizando e serão obrigatórios nos automóveis do futuro

Além de serem itens importantes para a segurança no trânsito, câmeras e sensores de ré auxiliam e proporcionam conforto ao motorista em situações que podem ser desafiadoras, como manobras em marcha à ré e baliza. Capazes de impedir até mesmo acidentes mais sérios, como atropelamentos de crianças e ciclistas, estas tecnologias complementam o campo de visão ou emitem um alerta, permitindo visualizar espaços que passam despercebidos devido ao ponto cego dos veículos.

De acordo com a Administração Nacional de Segurança no Tráfego Rodoviário dos Estados Unidos (NHTSA), aproximadamente 200 acidentes com vítimas por ano são evitados graças à câmera de ré. Já os sensores, obrigatórios em veículos norte-americanos desde 2018, vêm se popularizando no país e, atualmente, cerca de 54% dos carros 0km no Brasil já saem de fábrica com eles instalados. Mas, além do conforto proporcionado aos motoristas, estas tecnologias são equipamentos de segurança.

Divulgação

“Enquanto as pessoas entendem que as câmeras e sensores são itens que ajudam no momento da manobra, é importante destacar que estas tecnologias também contribuem com a segurança, podendo prevenir acidentes e salvar vidas”, afirma Bruno Mori, gerente de produto para sistemas de assistência ao condutor da Bosch. “Boa parte dos atropelamentos acontecem em residências, por exemplo, com crianças e idosos que se encontram nos pontos cegos. Como os motoristas ainda não estão no trânsito, eles geralmente estão menos atentos aos arredores”, complementa Bruno.

Estes sistemas de visualização e alerta, mais comuns na parte traseira, também possuem variações dependendo do modelo do automóvel. Para veículos que já realizam manobras semiautomáticas de estacionamento, por exemplo, sensores e câmeras instaladas na dianteira e lateral conseguem direcionar o esterçamento do volante, feito de forma automática, cabendo ao motorista controlar apenas o acelerador e pedal de freio.

Soluções Bosch para mobilidade

Por ser uma desenvolvedora mundial de soluções de assistência ao condutor, a Bosch destaca tecnologias que visam monitorar e alertar o motorista em casos de manobras em marcha à ré e presença de veículos, pessoas ou objetos em ponto cego.

3D surround view (Sistema de câmeras 3D): o sistema conta com quatro câmeras instaladas na frente, traseira e laterais do veículo e permitem uma visão 3D na tela do painel ou pelo celular ou computador. A tecnologia potencializa a visão do motorista, sem pontos cegos, reduzindo de acidentes.

Rear cross traffic alert (Alerta de presença em manobras de marcha a ré): este sistema funciona durante o acionamento da ré em um estacionamento. O dispositivo, por meio de um radar, detecta veículos, bicicletas e pedestres que estão cruzando atrás do carro em até 50 metros e notifica o motorista por meio de um sinal sonoro ou visual.

Side view assist (Alerta de ponto cego): o sistema monitora continuamente a área ao redor do veículo, detectando de forma confiável os veículos no ponto cego do motorista por meio de dois radares instalados no para-choque traseiro. Ao detectar a aproximação, o sistema alerta o motorista por meio de um sinal que pode ser sonoro e/ou visual.

Atualização da legislação brasileira

Em 2018, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou a resolução 759, que contempla a obrigatoriedade de sistema de alerta traseiro para novos projetos de automóveis a partir de 2025. Já os modelos produzidos atualmente terão até 2027 para se adequar à obrigatoriedade. Esta legislação irá exigir a instalação de sistemas se assistência ao condutor para ré, seja por meio de um alerta visual — câmera conectada ao painel multimídia do carro — ou sonoro — som emitido quando a traseira do veículo se aproxima de um objeto ou pessoa.

Bosch
Com mais de 65 anos de história com o Brasil, Grupo Bosch emprega atualmente no país cerca de 8.800 colaboradores e registrou, em 2021, um faturamento líquido de R$ 6,9 bilhões com a oferta de produtos e serviços para os setores Soluções para Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo e Energia e Tecnologia Predial. As operações do grupo na América Latina empregam cerca de 10.500 colaboradores que contribuíram para gerar um faturamento de 9,2 bilhões de reais, incluindo as exportações e vendas das empresas coligadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.