Tudo que você precisa saber sobre correias

Manual sobre correias – Parte 3 – Correias Poly V

Chegamos em mais uma edição de nosso tutorial sobre correias. Desta vez, nosso assunto será: Correias Poly V. Fique atento e faça um ótimo trabalho em sua oficina!

Correias Poly V

Foi introduzida no mercado em 1979, possui a mesma função da Correia em V, porém é destinada a novas tecnologias de transmissão de força.
Tem a capacidade de agregar mais acessórios e trabalhar acionando outros componentes, tais como:

 > Alternado
> Ar condicionado
> Direção Hidráulica
> Bomba D`agua

Características

 > Transmissão tipo serpentina
> Transmissão pelo dorso da correia
> Flexibilidade
> Trabalha com polias de diâmetros menores
> Elevadas velocidades de trabalho
> Melhor tração com as polias

Este tipo de correia é composto por:

• Cordonéis de poliéster – Componente responsável pela resistência da correia.
• Capa superior em borracha – Tem a função de proteger os cordonéis.
• Núcleo em composto de borracha – Tem a função de transmissão de força.

Identificação
Identificação da correia

Problemas e Soluções

 Desgaste do dorso: Geralmente causado pelo travamento do rolamento.

Solução: Ao substituir a correia verifique sempre os tensionadores.

Desgaste irregular: Ocorre quando a correia trabalha em contato com elemento estranho.

Solução: Ocorre quando a correia trabalha em contato com elemento estranho.

Ruptura dos ribs: Ocorre quando a correia trabalha com tensão baixa ou polias gastas.

Solução: Aplicar a tensão correta e verificar o estado das polias.

Desgaste lateral: Ocorre quando a correia trabalha com os componentes de transmissão desalinhados.

Solução: Substituir a correia e verificar o perfeito alinhamento das polias e tensionadores.

Corte nos Ribs: Ocorre quando a correia trabalha desalinhada ou com elemento estranho no sistema de transmissão.

Solução: Limpeza das polias e verificar o perfeito alinhamento.

Desprendimento de partes dos ribs: Pedaços de borracha que se soltam da correia, causado principalmente por  excesso de tensão, aquecimento ou contaminação.

Solução: Verificar a existência de vazamento no motor. Substituir a correia, verificando a tensão correta e o estado  das polias e tensionadores.

Trincas: Podem ser causados pelo excesso/falta de tensão, quando apresentadas com características de profundidade. Podem também demonstrar o fim da vida útil da correia, quando apresentadas com distâncias regulares e tamanho pequeno.

Solução: Substituir a correia e verificar a tensão correta.

O Brasil Mecânico espera ter lhe ajudado a entender um pouco mais sobre as correias Poly V, seus problemas e soluções. Na próxima edição, temos mais um interessante material. Nosso tutorial seguirá com: Correias Sincronizadoras. Não perca!