Grupo PSA inicia testes de autônomos com condutores ‘não especialistas’

Grupo PSA  – Apresentado no Salão de Genebra, o programa AVA (Autonomous Vehicle for All) reagrupa uma grande variedade de funções que, gradualmente, irão conduzir a uma delegação parcial e, depois, total da condução de um veículo, no caso de o condutor assim o pretender.

O Grupo PSA tem como ambição tornar o veículo autônomo acessível ao maior número de pessoas possível, propondo viaturas que simplifiquem o seu quotidiano, permitindo-lhes dispor de tempo a bordo e de estarem sempre mais seguras: o Grupo inicia este programa AVA em veículos das suas marcas Peugeot, Citroën e DS.

Os veículos demonstradores testados por estes automobilistas estão equipados com funções de nível 3 (“eyes off”) e 4 (“mind off”), prefigurando o veículo completamente autônomo disponível após 2020.

Atualmente, as funções de assistência à condução inerentes ao programa AVA já estão disponíveis em vários modelos: Peugeot 208, 308, 2008, Traveller e também no novo Peugeot 3008, bem como nos Citroën C4 Picasso, C3 e Spacetourer na Europa; e no Peugeot 4008 e Citroën C6 na China.

Alguns exemplos das funções de nível 1 são a adaptação à velocidade do veículo que o antecede (mantém uma distância de segurança e é capaz de parar automaticamente graças ao “regulador de velocidade adaptativo com função stop”; alerta ao condutor em caso de risco de colisão através do “alerta de risco de colisão” (em caso de necessidade, o veículo pode ativar automaticamente o travão); regresso automático à sua faixa em caso de desvio graças ao “alerta de transposição involuntária de faixa”; deteção de um espaço de estacionamento e sistema de direção para se estacionar graças ao “Park Assist”.

A partir de 2018, as funções de condução automatizadas “sob vigilância do condutor” irão constituir a 2ª fase do programa AVA “Autonomous Vehicle for All”.

O Grupo PSA fez um vídeo mostrando como funciona o carro