Dicas para preservar o veículo e economizar combustível nestas férias

Com as férias de inverno, muitas pessoas planejam formas de economizar combustível para aproveitarem os dias de folga. Em tempos em que cada real faz a diferença no orçamento, atitudes simples podem ser essenciais para uma economia efetiva. Você sabia que seu carro pode contribuir, e muito, nesta missão?

Para diminuir o consumo de combustível do veículo, algumas práticas são importantes: dirigir de maneira correta observando a troca de marchas no tempo certo, por exemplo, além de substituir os filtros quando necessário, verificar o sistema de injeção e calibrar os pneus. Daniel Lovizaro, gerente de Assistência, Serviços e Treinamentos Técnicos da divisão Automotive Aftermarket da Robert Bosch para a América Latina explica que a sonda lambda em boas condições pode gerar uma economia de até 15% no consumo de combustível, além de proporcionar mais potência ao motor.

A sonda lambda é um componente do sistema de injeção eletrônica que emite sinais que são utilizados pela unidade de comando para determinar o volume exato de injeção de combustível necessário. Quando apresenta problemas, pode ocorrer uma injeção de combustível maior do que o necessário, gerando um consumo excessivo.

No entanto, quando o veículo apresenta condições de manutenção favoráveis e é abastecido com combustível de qualidade, sua durabilidade é grande. Para garantir seu bom funcionamento, o ideal é fazer uma revisão a cada 30 mil quilômetros, com equipamentos de teste apropriados.

Poucos motoristas sabem, mas a calibragem dos pneus também pode influenciar no consumo de combustível. Lovizaro explica que rodar com o pneu murcho, além de reduzir sua vida útil, faz com que aumente o atrito com asfalto, ou seja, o carro precisa de mais potência para rodar e, consequentemente, exige mais força do motor. Dessa forma, o consumo de combustível acaba sendo até 10% maior que o usual. Por isso, o ideal é checar a calibração os pneus ao menos uma vez por mês.

Veja as principais dicas:
Manutenção preventiva completa

Para evitar imprevistos nestas férias, além de verificar os sistemas de injeção, calibragem e filtro de cabine, é fundamental realizar a inspeção de diversos outros componentes para garantir mais segurança no trânsito. Confira alguns itens que devem ser revisados antes de pegar a estrada:

Bateria

No inverno, a bateria é ainda mais demandada, sobretudo pelo motor ao dar a partida. Baixas temperaturas também reduzem a velocidade das reações eletroquímicas do produto, o que força ainda mais seu funcionamento neste período do ano.

Para identificar o estado da bateria, deve-se observar se a partida está fraca, ou seja, se é preciso girar a chave por mais tempo ou repetidas vezes para que o veículo funcione.

Palhetas

Este é um item de extrema importância para a segurança no trânsito, assim, a Bosch recomenda que a substituição das palhetas seja realizada pelo menos uma vez por ano ou ao serem observadas formação de faixas e riscos, ruído ou trepidação, formação de névoa e falhas na limpeza do para-brisa e lâmina quebradiça, torta ou rasgada nas palhetas.

Filtros

Quando em bom estado de conservação, os filtros de óleo, ar e combustível auxiliam na redução do consumo de combustível e no nível de emissão de poluentes. Somente profissionais qualificados conseguem avaliar se a performance desses itens está afetando a eficiência e o funcionamento do veículo. Também é necessário que as trocas ocorram periodicamente, conforme recomendação do fabricante.

Cabos e Velas

Escolha postos de combustível de confiança para abastecer. Combustíveis adulterados ou de procedência duvidosa encurtam a vida útil destes componentes e podem provocar, entre outros problemas, superaquecimento das peças e carbonização dos eletrodos. A troca das velas de ignição deve ocorrer periodicamente, conforme a recomendação do fabricante do veículo.

Freios

A recomendação é verificar o sistema de freios a cada cinco mil quilômetros, quando serão inspecionados visualmente todos os componentes do sistema, com equipamentos específicos. Esta verificação indicará a necessidade de substituição dos componentes, o que garante maior segurança e um menor custo na manutenção do sistema.

Em caso de viagem, a Bosch recomenda que a revisão do sistema de freios seja feita com no mínimo duas semanas de antecedência, tendo em vista que no caso de troca de discos e pastilhas é preciso observar cuidados no período de assentamento do material de atrito para a acomodação do sistema, evitando, neste período, freadas bruscas e em altas velocidades.

economizar combustível economizar combustível 

Fechado para comentários.