ABB prepara carregamento ultrarrápido de veículos elétricos

O interesse em veículos elétricos está aumentando rapidamente em todo o mundo. Anúncios recentes de montadoras que irão intensificar a produção de veículos elétricos significam que esses veículos estão se tornando mais competitivos em termo de custos. De acordo com a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), o Brasil pode ter uma frota de cerca de 40 mil veículos elétricos até 2020.

A ABB, líder em infraestrutura para carregamento de veículos elétricos, está preparando o caminho no Brasil para as tecnologias de recarga de carros e ônibus. A empresa apresentou sua oferta de carregadores ultrarrápidos DC no 13º Salão Latino-Americano de Veículos Híbridos-Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias. O evento aconteceu entre os dias 21 e 23 de setembro, no Expo Center Norte, em São Paulo.

A tecnologia inovadora da ABB está disponível para o mercado nacional e permite 80% da recarga em tempo necessário para desfrutar uma xícara de café.

Os eletropostos de carregamento da ABB são compatíveis com todos os veículos dos padrões CHAdeMO, CCS e plug tipo 2 AC, com um adaptador para conexão de veículos da Tesla. As estações são, portanto, adequadas para todos os tipos de carros elétricos disponíveis no mercado. A ABB está na vanguarda desta tecnologia e fornece até 65% dos eletropostos de carregamento rápido na Europa. Até agora, a empresa possui uma base instalada de mais de 5.000 carregadores tipo DC em todo o mundo.

O carregador para veículos elétricos é uma solução eficaz que pode ser facilmente integrada à rede de distribuição existente. Além disso, os pontos de cobrança fazem parte do portfólio de soluções digitais da companhia, o ABB Ability, com conectividade em nuvem para facilitar o acesso e gerenciamento de dados. Isso permite a execução remota de assistência técnica, atualizações de software, diagnóstico e solução de problemas.

O Brasil já está construindo infraestrutura de eletropostos em projeto da iniciativa de mobilidade elétrica chamada Emotive, da CPFL Energia, que viabilizou o primeiro corredor intermunicipal para veículos elétricos do país.

O corredor interliga as cidades de São Paulo, Campinas e Jundiaí, com pontos de recarga na via Anhanguera e na Rodovia dos Bandeirantes. Por enquanto, a utilização dos eletropostos é gratuita. Um modelo de cobrança deverá ser estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).