47% dos motoristas de aplicativo relatam aumento nas corridas com fim da fase mais restritiva

Levantamento da Kovi revela perspectiva positiva para o setor

Com a flexibilização das fases mais restritivas contra a covid-19, muitos setores vem retomando suas atividades com o intuito de se reerguer,  assim como o de motoristas de aplicativo. Uma pesquisa realizada pela Kovi,  maior startup de locação de veículos para condutores de app, revela que 47% dos motoristas declaram aumento nas corridas após a flexibilização. O levantamento ouviu 983 condutores de São Paulo e Porto Alegre, cidades em que a startup atua.

A startup havia realizado um levantamento durante as fases mais restritivas em que 99% dos motoristas de São Paulo revelaram uma redução pela metade nas chamadas e 100% dos condutores de Porto Alegre notaram uma redução de 56%. Na época, a expectativa dos condutores era de que as corridas caíssem cada vez mais.

“As fases mais restritivas afetam diretamente os motoristas de app já que as pessoas saem muito menos de casa. Com a flexibilização, conseguimos perceber que o volume de corridas vem aumentando, mesmo que em uma velocidade menor. Na Kovi sempre buscamos alternativas para auxiliar os motoristas em todas as situações e esses levantamentos nos ajudam a entender como está o movimento do setor e o que podemos fazer para auxiliá-los ainda mais”, declara Adhemar Milani Neto, CEO da Kovi. 

De acordo com o levantamento realizado com 983 motoristas da base da Kovi, localizados em São Paulo e Porto Alegre e cadastrados em diversos aplicativos, 47% dizem que as corridas já voltaram um pouco e apenas 1,5% dizem que já voltaram a aumentar muito.  Nas fases mais restritivas, os motoristas alegaram realizar, em média, 12 corridas por dia e, após o fim da fase vermelha e bandeira preta, esse número aumentou para 15. Além disso, a média de quilômetros rodados por semana também aumentou 33% em comparação ao mesmo período na fase mais restritiva.

Mesmo com o aumento nas corridas nesse novo momento, as chamadas ainda continuam abaixo do normal. No período mais restritivo a média estava em 60 corridas por semana e agora está em 40. Ainda assim, os motoristas estão otimistas em relação ao futuro do setor. De acordo com a pesquisa, 54% dizem que nas próximas semanas as corridas devem aumentar um pouco ou muito.

Sentindo a necessidade de auxiliar os motoristas, no início da pandemia em 2020, a Kovi criou um plano único no Brasil em que, por meio de uma tecnologia criada pela empresa,  é possível realizar um rastreamento em tempo real de todos os carros da base – isso permite com que os motoristas da Kovi paguem apenas pela quilometragem que rodarem. Agora em 2021, mesmo com as corridas voltando aos poucos a Kovi decidiu manter seu pacote de descontos: os motoristas podem retirar o carro pagando R$ 50 na primeira semana, ao invés do preço normal de R$ 419. 

motoristas de aplicativo

Sobre a Kovi

Fundada em 2018 por dois ex-executivos da 99, Adhemar Milani Neto e João Costa, a Kovi é uma startup disruptiva que, de forma colaborativa com montadoras e locadoras, proporciona a locação de carros a motoristas de aplicativo de uma maneira simples, barata e com uma excelente experiência. Uma das startups que mais cresceu em 2019 no país, a Kovi busca revolucionar a indústria ao facilitar a vida do motorista e das locadoras, desburocratizando os processos e garantindo segurança para os dois lados. Em Setembro de 2020, ficou posicionada entre as 5 melhores empresas de satisfação do cliente, na categoria Rent a Car, segundo pesquisa do Instituto MESC. www.kovi.com.br 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *