5 dicas de como preparar a oficina mecânica para a demanda de fim de ano

Com o aumento expressivo de veículos pegando estrada nesta época, a revisão no automóvel é necessária

Dezembro é o mês de muita movimentação nas rodovias, pessoas saem da capital, com destino ao litoral, ou em busca da tranquilidade do interior. E com isso, aumenta a demanda de serviços nas oficinas, como: alinhamento da suspensão e balanceamento das rodas, verificação do sistema elétrico, freios, entre outros.

De acordo com o relatório da Polícia Rodoviária Federal, acidentes de trânsito provocam mais de 45 mil acidentes ao ano no Brasil. De 2017 a 2019, uma das principais causas de colisões em rodovias federais foram os defeitos mecânicos.  Desta forma, fazer um check up geral no veículo antes de viajar, se torna item indispensável.

Por isso é muito importante que os donos de oficinas estejam atentos, pois é o momento de faturar e fidelizar clientes: “O fluxo de veículos para realizar a manutenção preventiva tende a aumentar no final do ano, e se o mecânico não tiver uma agenda organizada, corre o risco de perder clientes”, é o que afirma a consultora financeira especialista em gestão de oficina mecânica, Amanda Medeiros.

Confira esta e outras dicas que a profissional preparou para fazer um gerenciamento sustentável da oficina mecânica, neste momento de alta procura.

1-   Amplie o seu horário de atendimento

As demandas vão aumentar e muitas vezes o cliente, por conta da correria do final de ano, não vai conseguir levar o carro no horário de costume: É muito importante que o mecânico estenda o horário de atendimento, bem como verifique os horários dos fornecedores, para que consiga atender o cliente sem ter problemas no fornecimento de peças”, ressalta Amanda. Ela ainda informa sobre a necessidade de consultar o histórico de peças vendidas: “Vale a pena verificar como foi a venda de peças nessa época em anos anteriores e consultar quais são as que têm mais saídas, assim, o reparador poderá fazer um estoque, mas sem comprometer o fluxo de caixa, ou seja, vai comprar aquilo que realmente terá saída, como por exemplo: óleo, filtro de óleo, filtro de combustível, filtro de ar, entre outras peças.

2-   Trabalhe com agendamento

Ter uma agenda organizada, é ponto importante para organizar as demandas, esclarece Amanda: “Se possível ter um quadro de avisos no pátio da oficina, pois mesmo que o reparador utilize o WhatsApp comercial, muitas vezes as conversas ficam perdidas, correndo o risco de marcar um outro serviço no mesmo horário”, aconselha.

3-   Contrate mecânico temporário

De nada vai adiantar ter uma oficina lotada, se a empresa não tiver condições de atender a demanda. A profissional alerta sobre a possibilidade de contratação de um mecânico ou ajudante temporário: “Isso vai evitar problemas de entregar o veículo fora do prazo. Caso o mecânico não tenha tempo para fazer a análise de currículos, pode contratar uma agência de recrutamento e seleção., Eles farão todo o trabalho, desde da análise de perfil comportamental, aplicar uma prova para saber se o mecânico tem conhecimento, teste psicológicos e após essa análise eles escolhem os melhores. Isso vai te economizar tempo!” 

4-   Evite fazer serviços complexos nesse período de festas.

Será que vale a pena fazer serviço de motor e cabeçote? “Muitas vezes o cliente diz que está tudo bem se ficar alguns dias sem o carro, porém quando o reparador começa a executar o serviço, fica ligando querendo saber que horas o carro vai ficar pronto. A especialista Amanda fala em optar por serviços mais expressos como: troca de óleo, suspensão, limpeza de injeção: “Mas para toda regra tem exceção: Se existem clientes antigos na oficina, já conhecem o perfil, então vale a pena avaliar se será possível fazer no período de festas sem comprometer o pátio da oficina e a viagem do seu cliente.”

5-   Faça parceiras: 

O momento é de aumentar o faturamento. Uma sugestão da gestora é ofertar serviços extras que também são importantes para o motorista: “Ofereça mais serviços como: parte elétrica, chaveiro, insulfilm, conserto de módulo de injeção, alinhamento e balanceamento.

demanda

6- Dica extra para os motoristas: 

Não deixe a revisão do carro para o último minuto. O mecânico de confiança pode não ter mais horários para atender o motorista, correndo o risco de não conseguir fazer a revisão a tempo ou, levar em outro estabelecimento desconhecido. “Se antecipar nesses casos é a melhor escolha”, finaliza a consultora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.