Primeiro carro elétrico da BMW completa 50 anos

São Paulo, 09 de maio de 2022

O ano era 1972 e os Jogos Olímpicos de Munique, na Alemanha, estavam prestes a começar. Antecipando a crise do petróleo, que estourou em 1973, e para comemorar a realização da competição, a BMW lançou o 1602. Derivado diretamente dos modelos convencionais, o modelo se destacava por um detalhe: a motorização elétrica. Sim, um veículo 100% elétrico, desenvolvido e produzido há 50 anos.

Responsáveis por desenvolver o modelo, os engenheiros que criaram o 1602 não faziam ideia de que aquele carro seria o pai de veículos extremamente avançados tecnologicamente — e elétricos — hoje em dia, como o BMW i3. Chamado de Elektro-antrieb, que em tradução livre significa acionamento elétrico, o 1602 laranja brilhante utilizava os recursos mais avançados da sua época.

Embaixo do capô, 12 baterias padrão de chumbo-ácido, pesavam 350 quilos e eram as responsáveis por fornecer energia para acionar o motor elétrico de 32kW de potência (o equivalente a 43 cavalos). O BMW 1602 era equipado com um inovador sistema de freios regenerativo, que gerava eletricidade com a força das frenagens.

O modelo está no acervo e eventualmente é incorporado a exposições no BMW Museum, na cidade de Munique, Alemanha, em plenas condições de funcionamento.

Sobre o BMW Group

Com suas quatro marcas BMW, MINI, Rolls-Royce e BMW Motorrad, o BMW Group é o principal fabricante de automóveis e motocicletas premium do mundo e fornece serviços financeiros e de mobilidade premium. A rede de produção do BMW Group compreende 31 instalações de produção e montagem em 15 países; a empresa possui uma rede global de vendas em mais de 140 países.

Em 2021, o BMW Group vendeu mais de 2,5 milhões de veículos de passageiros e mais de 194.000 motocicletas em todo o mundo. O lucro antes de impostos em 2021 foi de 16,1 bilhões de Euros com receitas no valor de 111,2 bilhões de Euros. Em 31 de dezembro de 2021, o BMW Group tinha uma força de trabalho de 118.909 colaboradores.

O sucesso do BMW Group sempre foi baseado em pensamento de longo prazo e ação responsável. A empresa definiu o rumo para o futuro em um estágio inicial e consistentemente torna a sustentabilidade e a gestão eficiente de recursos centrais em sua direção estratégica, desde a cadeia de suprimentos por meio da produção até o final da fase de uso de todos os produtos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.