Escassez de semicondutores pode persistir até 2023

A escassez de chips, semicondutores pode persistir até 2023, conforme previsão de 56% dos entrevistados, no entanto, um número expressivo de executivos está mais otimista.

Os semicondutores são os blocos de construção do mundo moderno. As tendências e os desafios do setor têm um impacto relevante em diversas indústrias, e não apenas na de tecnologia. Apesar da instabilidade da cadeia de suprimentos, a confiança dos executivos desse mercado atingiu um recorde histórico no ano passado.

Essas são algumas das conclusões da pesquisa Global Semiconductor Industry Outlook 2022,realizada pela KPMG e pela Global Semiconductor Alliance (GSA). Em sua 17ª edição, o estudo, que é desenvolvido anualmente, apresentou insights de 152 executivos globais sobre o futuro do setor.

Perspectivas para 2022

A escassez de chips atual deve persistir até 2023, conforme previsão de 56% dos entrevistados. No entanto, um número expressivo de executivos está mais otimista (42%), pois acreditam que a situação terminará em 2022.

Embora a insuficiência de produtos ainda seja uma realidade, a confiança do setor para 2022 é alta. Entre os líderes ouvidos pela pesquisa, 95% deles preveem que a receita de suas empresas crescerá, com 68% calculando um crescimento de 11% ou mais.

Setor em expansão constante

O prognóstico financeiro do mercado de semicondutores para 2022 é bastante positivo: esperam-se receitas de mais de US$ 600 bilhões, um valor recorde. À medida que as pressões econômicas diminuem, as expectativas sobre o potencial de crescimento do setor devem aumentar nos próximos anos.

Mesmo com tensões de curto prazo, estima-se que apenas na indústria automotiva sejam gerados mais de US$ 200 bilhões nas próximas duas décadas.

Divulgação

Foco estratégico em mercados promissores

A pesquisa destaca ainda algumas das perspectivas estratégicas do setor. Para atender à demanda futura, 53% dos executivos afirmam que suas empresas estão mais orientadas para atender a um mercado final específico.

Entre os setores mais importantes para a geração de receita para os semicondutores, estão o de tecnologia (com comunicações wireless, infraestrutura 5G, smartphones e outros dispositivos móveis) e o automotivo.

Crescimento futuro: talentos em disputa

A insuficiência global de profissionais especializados não é algo novo para o mercado. Contudo, novas organizações têm estabelecido sua participação no setor de semicondutores. O desafio da atração de talentos, causado pelo aumento da concorrência provenientes de gigantes da tecnologia e empresas de plataformas, preocupa as lideranças.

Por isso, 88% dos entrevistados pelo estudo preveem ampliar seus investimentos em capital humano. Adicionalmente, uma iniciativa importante para as empresas de semicondutores é avaliar quais competências já fazem parte das equipes, quais são as lacunas e quais serão as futuras habilidades necessárias para assegurar um diferencial competitivo no mercado.

KPMG

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.