Sinalização vertical

Entenda em qual grupo se enquadra cada sinalização nas rodovias

A sinalização de trânsito serve para orientar, advertir e disciplinar a circulação do trânsito ao longo das vias.

Sua padronização é prevista pelo Art. 80 do CTB e sua instalação deve ser em local facilmente visível e legível, tanto de dia como à noite, em distância compatível com a segurança.
Ter o conhecimento e respeitar as sinalizações de trânsito contribui não só para a própria segurança como para a de todos que utilizam as vias, além de favorecer a fluidez do trafego e diminuir os riscos de sofrer um acidente, pois as funções das sinalizações é orientar, advertir e disciplinar os usuários quanto aos eventuais riscos e perigos que possam surgir ao longo das vias como também informar suas condições e limitar sua velocidade.
A sinalização vertical é classificada de acordo com sua função, compreendendo os seguintes tipos:

Sinalização

Sinalização vertical de regulamentação:
(Conforme Linha 1 na imagem)
São sinais que informam aos usuários as proibições, obrigações e restrições impostas no ponto ou no trecho sinalizado. A cor vermelha indica obrigação, proibição ou restrição. É de grande importância ter conhecimentos destas sinalizações, pois elas vão orientar sobre o que pode ou não fazer no trânsito e também das obrigações e limitações nas vias. Caso seja desrespeitado este tipo de sinalização, constituirá infração de trânsito.

Sinalização vertical de advertência:
(Conforme Linha 2 na imagem)
São sinais que servem para alertar os usuários, com antecedência, sobre situações de perigo na via, para que possam reagir de forma adequada. Os símbolos são em preto e o fundo é amarelo que indica atenção. Através deste tipo de sinalização o condutor pode prever o que virá a frente e tomar uma atitude segura antes do acontecimento.

Sinalização vertical de indicação:
(Conforme Linha 3 na imagem)
São sinais que servem para indicar as vias e locais de interesse, bem como orientar os condutores quanto a percursos, destinos, distâncias e serviços auxiliares, podendo também ter como função a educação do usuário.